Se existem Juros gerados por pagamentos de títulos do Contas a Receber com atraso e/ou cadastrados manualmente através do programa de Manutenção de Juros (FJRS0010), pode ser realizado o agrupamento destes juros utilizando programa de Relatório/Geração de Nota de Débito (FJRS0310).

Para  que se possa gerar Notas de Débito de Juros, leva-se em consideração o Parâmetro de  Juros e Nota de Débito (FUTL0125 JR JR) "9 - % De Juro Aplicado Para Agrupar Notas De Débito". 



Este parâmetro indica qual o percentual máximo que o valor da Nota de Débito (ND) deverá gerar proporcional ao valor do(s) titulo(s). 


Segue um exemplo para melhor explicar o cálculo realizado


    VALOR TÍTULO = R$614,41 

    VALOR JURO = R$17,20 (juro que está vinculado ao título) 

    DESPESA DE COBRANÇA = R$69,91.




Soma-se o valor de juro com a despesa de cobrança:


VALOR JURO DESP   = VALOR DO JURO + VALOR DESPESA COBRANÇA = R$17,20 + R$69,91 = R$87,11 

 

Para gerar a nota de débito este valor não pode ser superior a 3% (resposta do param. 9 de Juros e Nota de Débito), realizando o seguinte cálculo:


(VALOR JURO DESP * 100) VALOR TITULO


No exemplo acima temos:


(87,11 * 100)/614,41 = 14,17%, ou seja, o percentual calculado é superior a 3%, sendo assim não irá gerar a nota de debito. 



Outras formas de buscar este artigo:

- Não está gerando nota de débito