Se você está conferindo o valor de ICMS a Apropriar no registro G110, do SPED Fiscal, pode utilizar no sistema o relatório de Resumo de Créditos/Operações (FPAT0307), o qual serve para auxiliar o usuário na verificação e validação dos créditos de ICMS referentes ao CIAP, sendo este relatório gerado Bem a Bem.



Se você conferir o valor do crédito de ICMS do bem individualmente, o valor está correto e o valor total do relatório, sendo a soma das parcelas mensais do período selecionado também.


Porém, em alguns casos, o valor do ICMS no relatório FPAT0307 e o valor de ICMS a ser creditado no SPED Fiscal não é o mesmo.

Isso ocorre porque no SPED Fiscal, o cálculo é diferente. O SPED busca o total das parcelas que dão direito ao crédito e aplica o índice, resultando em alguns casos uma diferença de centavos.


Devido a essa diferença, a sugestão é, antes de emitir a nota fiscal de crédito, fazer a validação através da geração do SPED e verificar qual o valor está sendo levada ao registro G110, campo 09 - ICMS_APROP, e utilizar este valor para a emissão da NF-e. 


Abaixo seguem as informações constantes no registro G110 e a forma como o SPED calcula esta informação.




Outras formas de buscar este artigo:

- Valor da nota de entrada emitida no CFOP 1604 não valida na GIA

- Valor do ICMS diferente do ICMS no G110 do Sped Fiscal

- Identificada a informação do campo 08 do registro G110 (índice de participação do valor do somatório das saídas tributadas e saídas para exportação no valor total de saídas) em valor superior ao valor calculado a partir das saídas (e devoluções) informadas nos Blocos C e D da EFD