Caso esteja ocorrendo a mensagem abaixo no momento de enviar a NF-e ao Sefaz, significa que está utilizando o CST IPI = 51, sendo que a CST IPI é conforme a hierarquia para busca do CST IPI. Quando utilizado o CST IPI = 51 a alíquota tem que ser ZERO.



  • No Cadastro de Tipos de Nota Fiscal de Saída (FPDV0103):   o campo 'Tipo IPI' tem que estar Tributado de IPI e na pasta "NF Eletrônica" verificar o campo 'CST IPI'.



OBS: Caso o CST IPI esteja em branco no cadastro do tipo de nota, o sistema buscará o CST IPI do Cadastro de Classificações Fiscais (FITE0106).

  • Cadastro de Classificações Fiscais (FITE0106): você deve verificar qual a classificação fiscal do item da nota, através do programa de Consulta de Notas Fiscais de Saída (CFAT0401), no botão 'Itens'.



Após, no Cadastro de Item (FITE0200), na aba "Contábil" você deve verificar o campo 'Classif. Fisc. Venda', qual o código da classificação fiscal do item.



E no Cadastro de Classificações Fiscais (FITE0106), para a classificação do item, deve verificar a coluna '%IPI/VALOR' a alíquota/valor informada, bem como a coluna 'CST IPI SAI'.



Importante: A mensagem de validação do CST IPI somente irá ocorrer se nos Parâmetros Nota Fiscal Eletrônica (FUTL0125 NFSE NFSE) o parâmetro "16 - Validar O CST Na Geração Do XML" estiver preenchido para realizar a validação.



Este parâmetro indica se o sistema irá validar, no momento da geração do XML, se os CST's (Código de Situação Tributária de ICMS, IPI, PIS, COFINS) informados estão compatíveis com a tributação utilizada na nota fiscal.


0 - Não valida;

1 - Valida para a nota de saída;

2 - Valida para a nota de entrada;

3 - Valida em ambos os casos.


A resposta default deste parâmetro é = 0 - Não valida.

Este parâmetro é válido para a versão 2.0 ou superior da NF-e.

O envio de CST's incorretos à Sefaz pode ocasionar problemas futuros no envio do SPED.


Outras formas de buscar este artigo:

- Não autoriza nota quando CST IPI= 51

- Nota não é autorizada no Sefaz se CST IPI igual 51